-Aliste-se.Isso lhe dará algo sobre o que escrever.
-Becker,há sempre algo sobre o que escrever.

Charles Bukowski- Misto Quente.

6 de nov de 2013

Novo.

Quantas vezes quis um(a) amigo(a) pra me dizer ''segue em frente'', quando me senti desfalecer.
Quantas vezes me perdi em páginas, por noites a fio, confundindo as palavras do autor em questão com os meus sentimentos, e achando ao mesmo tempo maravilhoso e terrível (sim, as palavras dizem o que eu quero gritar, mas o autor já está morto. Ele morreu disso. Eu vou morrer de melancolia)
Quantos versos desconexos já escondi nessa gaveta... Quantos sentimentos camuflados, teorias falhas e vãs, analogias absurdas,
palavras,
palavras que eu sempre achei que me fariam criar asas e voar pra longe daqui, mas que só faziam me manter estagnada, presa.
Aí eu penso, meu deus, será que todos estão fadados a conviver com isso?, a sentir-se sempre incompleto e infeliz?, será que a felicidade e a realização são algum jogo de cartas sem fim, sem vencedor, só um embaralhar infinito?
Será?

Mas hoje, nesse exato momento,
eu sinto em mim o maior desejo de toda a minha existência inútil,...


Nenhum comentário:

Postar um comentário